Imagem 1

Autor: Liszt Vieira

Liszt Vieira é integrante da Coordenação Política e Conselho Editorial do Fórum 21 e do Conselho Consultivo da Associação Alternativa Terrazul. Foi Coordenador do Fórum Global da Conferência Rio 92, secretário de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro (2002) e presidente do Jardim Botânico fluminense (2003 a 2013). É sociólogo e professor aposentado pela PUC-RIO.

Um espectro ronda o Brasil e o mundo: O espectro da extrema direita

Hoje não há mais utopias do futuro que mobilize corações e mentes. Para o intelectual italiano Enzo Traverso, “movimentos sociais e partidos políticos de esquerda não são capazes, no curto prazo, de preencher esse vazio utópico e atuar como freios às novas direitas”.

Leia mais

A vida ameaçada: da destruição ambiental ao Ecossocialismo

Tendo em vista a gravidade da crise climática e a devastação da biodiversidade ameaçando a destruição dos recursos naturais e a sobrevivência da humanidade, o meio ambiente não pode ser tratado como assunto secundário. É uma questão transversal que atravessa as políticas públicas.

Leia mais

Fake News: ontem, hoje e amanhã

A informação falsa é aceita porque corresponde a opiniões e sentimentos previamente existentes. Ela vem confirmar o que a pessoa acha, confirma uma opinião que não se preocupa em saber se está ou não ancorada na realidade.

Leia mais

Meio Ambiente: O retorno do reprimido

O negacionismo não é monopólio da direita. A esquerda dita desenvolvimentista desprezou a questão ambiental.

Leia mais

Meio Ambiente: O retorno do reprimido

Do climatologista Carlos Nobre: “O que acontece no RS não é uma tragédia natural. É consequência da ação humana, da irresponsabilidade, do descaso com o Meio Ambiente. Os órgãos públicos podiam ter tomado medidas preventivas, porque sabíamos desde o ano passado que isso poderia ocorrer. Calamidades como a do RS serão cada vez mais frequentes no Brasil”. Em entrevista ao Metrópoles, ele disse que o Brasil pode ter 3 milhões de refugiados climáticos nos próximos anos por desastres relacionados ao clima.

Leia mais

Rio Grande do Sul: Catástrofe anunciada e ignorada

A tragédia no RS não é consequência do acaso ou do imprevisto da natureza. É uma tragédia anunciada e com dupla negação. Os governos conservadores negam o papel do Estado, reduzido ao Estado mínimo previsto na cartilha do neoliberalismo, e negam também a crise climática e os eventos climáticos extremos anunciados e previstos pelos cientistas e ecologistas do Brasil e de todo o mundo.

Leia mais

PT: entre a esquerda e o centro.

O PT vai se transformar num partido social democrata com políticas liberais repressivas no econômico e progressistas no social ou, coerente com sua história política, vai se afastar da caminhada de Lula para o centro e centro direita?

Leia mais

A esquerda na encruzilhada?

As eleições municipais deste ano mostrarão se estamos ou não nos saindo bem e apontarão provavelmente novos rumos e correções de rota para enfrentar com sucesso a direita e a extrema-direita nas eleições presidenciais de 2026

Leia mais

O Brasil e o avanço da extrema-direita

O visível crescimento da direita e da extrema-direita na Europa e nas Américas é um fato que vai impactar a política brasileira. Os fatores exógenos sempre tiveram peso na conjuntura política doméstica de qualquer país, principalmente nos países periféricos das grandes economias mundiais. No Brasil, entretanto, a situação não parece catastrófica, pelo menos por enquanto.

Leia mais

O Acordo de Escazú e sua implementação no Brasil

Os programas dos partidos políticos, mesmo os de esquerda, tratam a questão ambiental de forma lateral, sem integrar o meio ambiente numa visão ampla e integrada de desenvolvimento sustentável

Leia mais